Ir para conteúdo

FLIP: cinco dicas para curtir Paraty além da feira

flip_2018

Olá Desbravadores!

Entre os dias 25 e 29 de julho, Paraty recebe a 16ª edição da FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty –, uma verdadeira intervenção cultural que toma conta da cidade e abre espaço para livros de todos os gêneros. Uma das tradições do evento é homenagear um escritor e a escolhida deste ano é Hilda Hilst. A paulista é responsável por obras como Dez Chamamentos ao Amigo, Tu não te moves de ti e Amavisse, entre outras. Pensando nisso, o ViajaNet preparou um roteiro especial para aproveitar a região além da feira. Confira:

hilda_abre_fernando_lemos
Foto: Retrato inédito de Hilda Hilst, feito por Fernando Lemos, em 1954.

Flip: cinco dicas para curtir Paraty além da feira

Centro Histórico

centro_paraty
Foto: Creative Commons

Se o intuito é entender o clima da cidade logo de cara, começar pelo centro de Paraty é a melhor pedida. É ali que se concentram elementos que dão o ar vintage que atrai tantos turistas: ruas de paralelepípedos, Praça da Matriz, as belas igrejas, como a de Nossa Senhora dos Remédios, Nossa Senhora das Dores e de Santa Rita – as opções são muitas. Outra atração muito procurada é o Casarão construído em 1850 que abriga Dom João de Orleans e Bragança (trineto de Dom Pedro II) e sua família, e que sempre abre as portas para almoços badalados nessa época do ano.

 

Restaurantes locais

 

café-pingado
Foto: Fachada Café Pingado / Café Pingado

Punto Divino se encontra em uma casa colonial e dá ao visitante a possibilidade de fazer as refeições em uma aconchegante varanda. Para aqueles que querem se deliciar com doces regionais, o Café Pingado é especialista em massapão, que se assemelha bastante a um bolo de coco. Já para os fãs de um bom junkie food, o Clandestino promete uma experiência inesquecível em formato de hambúrguer.

 

Tesouros escondidos

chachoeira_paraty
Foto: Cachoeira Pedra Branca / Ricardo Gaspar

Aproveite a viagem para renovar as energias nas cachoeiras próximas, como a do Tobogã e do Tarzan, que têm fácil acesso para quem está no Centro e às quais é possível chegar por meio de trilhas. Já o Poço das Andorinhas e a Toca da Ingrácia também valem a visita, mas têm caminhos mais difíceis. Caso não esteja acostumado com aventuras, existe um passeio de jipe que leva os turistas a essas águas paradisíacas.

 

Leque cultural

casa da cultura_paraty
Foto: Casa da Cultura Paraty

Além de alimentar coração e mente com os livros da FLIP, o evento também é uma excelente oportunidade para ampliar conhecimentos se você colocar no roteiro lugares como a Casa da Cultura, o Museu de Arte Sacra e o Parque Temático Mini Estrada Real, que oferece um guia para explicar a história por trás das miniaturas de monumentos que pertencem à verdadeira Estrada Real.

 

Encontro com a natureza

Paraty_da_Serra_da_bocaina
Foto: Creative Commons

Além das muitas praias e cachoeiras, Paraty também é conhecida por conter muitas áreas verdes, algumas de grandes dimensões. O Parque Nacional da Serra da Bocaina e a Área de Preservação Ambiental da Baía de Paraty, afora a beleza das paisagens, oferecem atividades radicais para diferentes gostos, como passeios a cavalo, caiaque, canoas, surfe, rafting e até tirolesa.

Sobre o ViajaNet:

Fundado em 2009, o ViajaNet é uma empresa 100% nacional e aposta no mercado brasileiro e no setor de viagens online, oferecendo as melhores opções de passagens.

Gostaram das dicas? Aproveitem e leiam sobre Ubatuba, que fica próxima de Paraty, e estiquem a viagem. O especial foi produzido pela Go Ubatuba e está dividido em Parte I e Parte 2.

Au Revoir, Ci vediamo, Hasta Luego, See you later, Até logo!

Michellândia

Nas redes 💻

✈Facebook: @blogmichellândia
✈ Instagram: @blog_michellandia
✈ Linkedin: Michelle Graça
✈ Mochileiros.com: Autora Michelle Graça

Foto Capa: Flip 2018 / Divulgação

 

 

 

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: